domingo, fevereiro 27, 2005

Morte e ressurreição...

Pois é...
Chegou o fim...
Eu sinto a necessidade da mudança...
Ah... A única constante universal... A mudança!!!!
Fico feliz que alcancei meu objetivo inicial com esse espaço...
Dedicar algumas palavras a mulher que eu amo mais que tudo...
Mas sou assim mesmo...
Eu mudo...
Sou talvez volúvel...
Ou apenas mais harmonizado ao verdadeiro caos que rege minha vida...
Só sei que é hora de parar...
De descansar...
De buscar novos objetivos...
De trabalhar em cima de objetivos há muito traçados...
Resolvi fazer grandes mudanças...
Só pra variar... LOL
Mas eu não sumo não...
Continuarei por aqui...
Visitando ao menos uma vez por semana o espaço de vocês...
Que minhas aulas já começam...
E já sei que não vou mais dormir... LOL
De qualquer forma, um antigo sonho se avizinha...
Meu próprio WEBSITE... ;)
É... Estou pensando nele há muito tempo...
Mas o comodismo de só ter que escrever...
Ah... O comodismo...
Mas isso acabou...
Por hora ao menos...
Ficarei uns 60... talvez 90 dias sem colocar nada para sua apreciação...
Estarei trabalhando sempre que possível na construção desse meu sonho...
E nas promessas que espalhei por aí...
Que é preciso tempo para se manter a palavra...
Mas como disse... Esse não é o fim...
Será apenas o quarto recomeço! ;)
Acostumem-se a mim... :)
Que sou assim!!!!
Eu mudo...
E minha forma de extarnalizar o que se passa em minha alma é essa.
Morrer...
E nascer de novo...
Como disse, n~]ao os abandonarei... :)
Acho até mesmo que meus comentários ao sseus posts vão se tornar um pouco mais longos... LOL
Uma das muitas formas que o organismo tem com relação à mudança...
A rejeição inicial... LOL
Mas vem um parto trabalhoso pela frente e já me demorei demais...
Obrigado...
Obrigado...
Obrigado...
Obrigado...

É o fim dos homens de pedra...
Eles serviram ao seu propósito...

NÃO é o meu fim...
Nem do amor por essa mulher maravilhosa...

Essa mulher linda e carinhosa...
Essa mulher que me deixa em polvorosa...

Que me faz querer rimar e fazer prosa...
Que me faz querê-la assim...
Quente e fogosa...

Como amo essa mulher que me mostrou o que é amar...
Sem ao menos me tocar...
Essa mulher incrível...
Mulher que eu amo mais que tudo...

Em breve anunciarei meu site... Assim espero... ;)
Torçam por mim... :)
Estarei pensando em todos vocês! :)

quinta-feira, fevereiro 24, 2005

Prazer e culpa...

Hoje eu tive uma conversa muito interessante...
Era sobre prazer e culpa.
O prazer é algo que todos buscamos.
A culpa é algo que somos ensinados a sentir desde que podemos aprender algo.

O dinheiro é ruim.
O prazer é ruim.
O trabalho deve ser penoso.
O sofrimento salva.

E de tanto ver e ouvir, nos tornamos servos. Simples máquinas de sofrer.
Interessante como o prazer pode se tornar então um problema real.
Na medida em que o prazer traz culpa.
Preste atenção em você mesmo...
Será que o que sente não é culpa?
Mas culpa por sentir prazer?
Tempos estranhos esses...
Em que a todo momento somos levados a adquirir prazer sem razão.
E sutilmente somos levados a nos sentir culpados.
Sentimentos ambíguos mas que sobrevivem em equilíbrio dinâmico.
Está na hora de abrir os olhos.
A vida é sua.
Não deixe que a guiem.
Não são as atitudes e feitos que o tornam livre, e, por conseguinte, isento de culpa.
É a consciência de si mesmo.
Seja consciente de si mesmo. Conheça-se.
Aprenda sobre o que o faz feliz e o que o deixa triste.
Só assim não sentirá culpa por sentir prazer.

*Ainda bem que nem todos sentem-se culpados... Mas cuidado... a CULPA disfarça-se de forma muito eficiente... É sutil... E causa estragos inimagináveis...

quarta-feira, fevereiro 23, 2005

Feliz nosso dia amor...

Hoje...
Hoje completamos 8 meses...
São 8 meses que te pedi em namoro...
São 8 meses em que te disse pela primeira vez que estava completamente apaixonado por você...
LOL
Quanta coisa já se passou desde então...
Cada dia te amo mais...
8 meses em que meu amor cresce por ti...
Imagina daqui a 8 anos? Como meu amor vai estar absolutamente enorme?
Se hoje eu já nem consigo medir mais... ;)
E daqui 8 décadas então?????
Ai amor...
Você me faz tão bem...
Você me deixa tão feliz...
Esses foram os 8 meses mais felizes da minha vida...
8...
Adoro esse número...
LOL
Por que será?
Será que é por que foi o dia em que eu nasci?
Será que é por que hoje fazem 8 meses?
Será que é por que me lembra o infinito?
Ah... não sei...
Só sei que te adoro mais...
Adoro você...
Completamente...
Perdidamente...
Irreversivelmente...
Que bom que você disse sim quano te pedi em namoro...
Que bom minha flor mais linda... que bom... que bom...
Ai, ai...
(suspiro)
(novo suspiro) LOL
Hoje eu tou assim...
Suspirante... LOL
(existe essa palavra? Bom... Agora existe! ;) hauhauhua)
Amo você...
MUITO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Feliz 8 meses de namoro minha flor mais linda...

Sobre descobertas e descobertas...

Descobri que:
Medo, saudade e distância são complicados.
Tudo isso misturado então, nem se fala...
Deturpam a visão.
Tornam-se insegurança.
É uma química realmente perigosa.
Altamente inflamável.
E completamente DESNECESSÁRIA.

Descobri que:
Amor, carinho e paciência são mágicos.
Tudo isso misturado então, nem se fala...
Aguçam os sentidos.
Tornam-se certeza.
É uma química altamente recomendável.
E completamente NECESSÁRIA.

Pois é minha flor...
Vivendo e aprendendo...
Tenho medo... Mas eu te amo...
Tenho saudades... Mas o carinho que sinto por ti é inigualável...
Estamos distantes... Mas sendo pacientes um com o outro, podemos suportar...

Descobri que:
A VONTADE de querer dar certo é o ingrediente principal em nossa vida.
É ela que nos salva...
E que nos mantém cada dia mais apaixonados...
Amo você. Mais que tudo.
Já te disse isso. Eu sei.
Mas é bom dizer. É bom ouvir.
E é a verdade.
E eu vou dizer sempre...

Que bom que nos encontramos...
Que bom que você existe...
Que bom... Que bom... Que bom...
(suspiro)

Você me faz o homem mais feliz do mundo... Obrigado... Meu amor...

terça-feira, fevereiro 22, 2005

O dia em que o cachorro morreu atropelado...

Ele bateu na porta.
Gritaram lá de dentro que era pra ele entrar.
Abriu a porta. Entrou. Fechou a porta atrás de si.
Parou por um instante.
Havia dúvida no ar que ele respirava.
Mas a decisão estava tomada.
Foi até o quarto.
Sentou-se na beira da cama.
Falou.
Ela chorou sem entender.
Ele quis chorar. Mas não chorou.
Sentia-se aliviado da dúvida.
E mortalmente ferido no coração.
Foi embora.
Até aquele dia, não sabia o que era tormento.
O seu estava só começando.
À noite ela ligou.
O maldito cachorro dela havia sido atropelado.
Justo hoje?
Só podia ser brincadeira.
Foi até sua casa.
Entrou.
A porta estava aberta.
Passou pelo quarto e foi direto à cozinha.
Cumprimentou os presentes.
Três "boa noite" gélidos foi tudo que ganhou.
Dirigiu-se ao quarto.
Ele estava deitada na cama.
Como se não tivesse se movido desde a manhã.
Tinha os olhos inchados.
Conversaram.
Ele deixou escapulir um "meu amor".
Força do hábito.
Ela não deixou passar batido.
Deu-lhe um beijo.
Ele retribuiu com um aperto no coração.
Estava acabado.
Foi embora.
Era o fim de um começo.
Era o começo de um fim.
Era só mais um recomeço.

segunda-feira, fevereiro 21, 2005

Fantasmas... Eles existem.

Tinha esse garoto sabe? Era um cara legal. Gostava de todo mundo. De verdade. E mesmo quando não gostava, fazia um esforço enorme pra mudar isso. Queria sempre entender o por que isso acontecia. Afinal, toda pessoa tinha algo de bom. Não era possível que alguém fosse totalmente mau. Bom. A verdade, é que ele se sentia muito sozinho. Um dia, encontrou uma turma legal. Era um pessoal que ele já conhecia de vista. Era um pessoal lá da igreja. Nossa. Que legal. Eles o convidaram pra participar desse grupo. E ele foi. Tímido. Mas mesmo com medo levantava o rosto. Mesmo tremendo, queria sempre dar sua opinião. Queria sempre estar por dentro de tudo. Participava de todas as reuniões. De todos os trabalhos. De todas as atividades. Mas sentia-se sempre estranho. Ficava pensando que talvez fosse chato. Não sabia o por quê. Mas tinha essa impressão. E isso era o que ele mais tinha medo. Ser chato. Mas chegou a ser escolhido pra ser um dos novos líderes. Natural. Ele sempre se destacava. Fazia de tudo. Estava sempre presente. Nada mais natural. E enfim, se tornou um daqueles que ele tanto adimirava. Começou a participar das reuniõs da "chefia". Ah... Era bom. Poder finalmente influenciar de maneira positiva. Ajudar com idéias. E idéias era o que ele mais tinha. Mas de repente, começou a perceber algo engraçado. Raramente o escutavam. Será que era por que ele era chato? Nossa. Ele devia ser muito chato. E o grupo começou a diminuir. Diminuir. Um dia, marcaram uma reunião. E ele foi. Ele sempre odiou ter que esperar por alguma coisa ou pessoa. E exatamente por isso sempre chegava antes, com ampla margem de folga. 20, as vezes 30 minutos antes. Pra que ninguém tivesse que esperar por ele. Pois é. Só que já havia passado uma hora e meia da hora marcada pra reunião e nada. Ninguém apareceu. Será que haviam desmarcado a reunião? Ele já sabia que ninguém dava a mínima pra ele. Havia ficado três meses sem aparecer no grupo e ninguém ligara pra saber se ele estava bem. Ele chegou até a pensar em desistir. Mas seu espírito de querer ajudar e de fazer a coisa certa falou mais alto e ele engoliu o orgulho. Voltou. Não falou nada. Agora estava ele ali. Feito bobo. Achando que talvez tivesse acontecido alguma coisa e não tivessem tido como falar com ele. Essas coisas acontecem não? São imprevistos. Ele volta pra casa chateado. Mas como ensinaram a ele que quem está à frente tem sempre que ter um sorriso, pra incentivar os que estão ao seu lado, mesmo quando a alma quer chorar, ele sorria. No dia seguinte, na reunião, que contava com poucas pessoas perto do número de pessoas que o grupo já assistira naquela mesma sala, ele perguntou timidamente sobre a reunião do dia anterior. Ouviu uma risada e um pedido de desculpas. Haviam esquecido de avisá-lo que haviam mudado o lugar da reunião. Nem deram pela falta dele. Justo ele. O único que nunca havia faltado à uma única reunião. Ele ainda participou de algumas reuniões. Até que o número de pessoas participando do grupo se resumiu a ele e aquela pessoa que havia rido do "pequeno" esquecimento. Ele olhou para o outro, deu um sorriso e disse: "Eu vou embora, foi um prazer, até qualquer dia.". E foi embora. Durante sua vida ainda tentou mais três vezes antes de perceber que até mesmo pessoas ingênuas tem que acordar um dia. E por fim a profecia se realizou: "Ele fará de tudo, todos saberão, ninguém será capaz de reconhecer. E por nunca ter tido coragem de olhar pra si mesmo, morrerá." E ele enfim morreu. Sem ter conseguido o que tanto buscou. Carinho. E por olhar sempre pros outros e nunca pra si mesmo, ninguém nunca percebeu que ele estava ali. Qual um morto em vida. Vivo. Mas sem motivo. Um verdadeiro fantasma.

Sem palavras...

.

domingo, fevereiro 20, 2005

Tem dias...

Tem dias que eu fico assim...
Sério.
Não que eu te ame menos...
Isso é impossível...
Cada dia que passa te amo mais e mais...
Mas sabe quando você tem algo pra fazer...
E você não gosta?
Pois é...
Quando isso acontece comigo, eu piro.
Entro quase em desespero...
É tipo... ALERGIA!
Sim... LOL Eu tenho alergia a fazer o que não gosto...
Eu sei, eu sei...
Vão dizer que na vida não se pode ter tudo...
Que as vezes é preciso fazer o que não se gosta...
Concordo...
Mas...
Querer que eu faça algo que não gosto, é como tentar colocar 600 litros de água em uma garrafinha de 200 ml...
Simplesmente NÃO dá!
Mas tem que dar!
E aí dá nisso!
DESESPERO!
LOL...
Fazer o que... ;)
Quando terminar eu vou ficar melhor...
Espero... ;)
Amo você minha flor... Muito.

segunda-feira, fevereiro 14, 2005

Dia dos namorados!

Pois é...
Faz algum tempo que eu descobri uma coisa engraçada...
Moro no Brasil... Minha namorada não... LOL
Sabe o que isso significa?
Que vamos comemorar DOIS dias dos namorados... LOL
Por que lá ele é comemorado em data diferente que aqui...
Mais precisamente HOJE!!!!
LOL!!!
Sim! Hoje é o meu primeiro dia dos namorados que eu não comemoro no dia 12 de junho... LOL.
E como é bom... Comemorar esse dia com quem se ama...
Mesmo quando essa pessoa está longe fisicamente...
Mas eu consigo sentir seu calor mesmo assim... Como eu amo essa mulher!
Mas o que é mesmo o dia dos namorados?
Óbvio que como a maioria das festas que temos, essa é oriunda de uma festa "pagã" romana que foi incorporada ao calendário cristão... E que obviamente hoje se usa como desculpa pra aumentar as vendas de mercadorias nas lojas... LOL
Quer saber? Não dou a mínima...
Nem pra origem... Nem no que se transformou... Nem que se usam dela como desculpa...
Sabem por que?
Por que eu...

AMO MINHA NAMORADA MAIS QUE TUDO NA VIDAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!

Sim. É isso mesmo. E todos os dias são os nossos dias... E como seremos eternos namorados (independente de estarmos casados ou não), todos os dias serão dia dos namorados...
Não acham que tem que ser assim?
Sabe... Meu amor tem razão...
Faz quase OITO meses que iniciamos nosso romance...
Ah... e que romance...
Como sou apaixonado por você minha namorada...
Minha não por que EU te tenho...
Mas por que VOCÊ aceitou meu pedido de namoro...
Sim... eu a pedi em namoro... COmo manda a tradição... LOL
(pelo menos eu acho... ainda que adaptada aos tempos modernos... ;))
E após todo esse tempo, em que temos cuidado de nosso jardim com tanto carinho, nosso amor cresce... Cresce cada vez mais...
Ai, ai...
suspiros... suspiros...
O nosso jardim é o mais belo que eu já vi meu amor...
E eu que pensava que jardins assim só se viam em fotografias...
Mas hoje é dia dos namorados...
Por isso:

FELIZ DIA DOS NAMORADOS AMOR!!!!

E ainda que estamos longe um do outro agora, em breve vamos poder comemorar TODOS os dias o "dia dos namorados"...
Amo você...